Gestão

O que é Growth Hacking e como adaptar esse modelo à sua Startup?

ilustração: saiba o que é Growth Hacking, como adaptar esse modelo à sua Startup
Nicholas Braga
Escrito por Nicholas Braga

Você já ouviu falar no termo Growth Hacking? Se ainda não, saiba que esse é o modelo utilizado por empresas como Airbnb, Dropbox, Facebook e LinkedIn, que crescem exponencialmente desde sua fundação. Quer saber o que é, e como aplicar esse conceito ao seu negócio? Confira nas dicas que daremos a seguir!

O que é Growth Hacking?

O termo Growth Hacking surgiu por volta de 2010, empregado por Sean Ellis (head de marketing do Dropbox), e se popularizou entre Startups do Vale do Silício como o nome dado para definir um modelo de estratégia que combina marketing + engenharia com foco em crescimento. Ou seja, é o marketing orientado a experimentos.

O Growth Hacking vai além do que é realizado pelo marketing tradicional, e tem como foco o crescimento exponencial de startups. A proposta dessa estratégia é engajar usuários combinando o marketing tradicional com a capacidade analítica de basear-se em métricas para traçar estratégias de alcance do público – com o menor custo possível. 

Além disso, o Growth Hacking também volta os esforços para desenvolvimento do produto, propondo aprimoramentos conforme os feedbacks constantes dos novos usuários.

Por meio da junção do trabalho do profissional de marketing e programação, o Growth Hacker utiliza ferramentas como landing pages, e-mails marketing, testes A/B etc. (já utilizadas pelo marketing tradicional) com um olhar analítico sobre o significado das métricas a cerca do comportamento dos potenciais clientes. 

O objetivo central do profissional de Growth Hacking, portanto, é conseguir uma grande exposição do produto a baixo custo, aumentando o número de pessoas que conhecem e que efetivamente utilizam e aprovam, afinal, o produto é o mote, e não a propaganda. Portanto, encontrar a fórmula para crescer de forma rápida e a baixo custo é a grande habilidade que deve possuir um profissional de Growth Hacking, principalmente tratando-se de startups.

Por que essa estratégia deve chamar atenção do meu negócio?

Uma das grandes vantagens desse tipo de estratégia é que, ao expor seu produto a um grande número de usuários, você estará sujeito a receber feedbacks e ideias de melhorias de quem efetivamente está testando seu funcionamento/aplicação.

Compreendendo seu usuário você se torna capaz de criar melhorias que ajudarão a conquistar e reter mais e mais usuários, já que todas as suas estratégias foram baseadas no comportamento de um público que já está engajado com seu produto. Portanto, se torna um ciclo em que sua empresa passa a ser capaz de mensurar e entender o impacto de sua atuação em meio à audiência, e continuamente realizar novas ações que mantenham o ritmo de crescimento.

Quais são as técnicas utilizadas?

Como já dito anteriormente, o Growth Hacking se baseia na análise de métricas para formular novas estratégias de divulgação massiva de seu produto. Tais métricas são obtidas dos resultados de uso de ferramentas como landing pages, conteúdo viral, e-mail marketing, inbound marketing, técnicas de SEO, community building, etc.

Já conhecidas pelo marketing tradicional, essas ferramentas nada mais são meios que possibilitam atingir vastas audiências até então não engajadas, que irão tomar conhecimento do produto e passar a interagir com ele por meio de tais ações.

Growth Hacking x Marketing

Diferente do marketing tradicional, o Growth Hacking vai além do simples relacionamento com os possíveis clientes para que venham a consumir. Além de consumidores, o Growth Hacking enxerga nesse público a possibilidade de que sejam eles próprios os divulgadores do produto, por meio de sua interação nas diversas plataformas em que existe algum tipo de conteúdo sobre ele.

Traçando uma comparação, é como se conquistasse um grande boca a boca sobre seu produto ou serviço, por meio de análise das métricas sobre como sua audiência reage às suas ações de marketing. Foque em audiências segmentadas e faça com que seu público alvo tenha experiências exclusivas com seu produto, incentivando-os a espalhar pelas comunidades em que interagem.

Mas, atenção! Para que as estratégias de Growth Hacking obtenham sucesso é preciso que você esteja sempre atento aos feedbacks de seus usuários, a fim de que suas expectativas sejam atendidas, gerando, assim, um ciclo de divulgação espontânea. Seu produto, portanto, também deve ser capaz de se autopromover.

A chave, portanto, é relacionar-se constantemente com sua audiência nos diversos formatos, linguagens e plataformas nas quais interagem, para então compreender quais são suas demandas ou sugestões de melhorias a cerca de seu produto, e atendê-las, sempre que possível, com soluções inovadoras.

Growth Hacking na prática

Essas foram as estratégias de empresas como a Uber, por exemplo, que oferece uma repaginação do serviço de táxi tradicional, em um modelo de negócio totalmente expansível conforme a demanda. Ao entender o tipo de relação que os usuários possuem com seu serviço, a empresa continua em constantes melhorias que fazem com que os próprios indivíduos que utilizam o produto divulguem seus benefícios.

Exemplificando: poder escolher a música que deseja ouvir durante a corrida é uma coisa simples, mas que até então não era possível nos modelos convencionais. Satisfeitos com essa vantagem, os próprios usuários divulgam esse diferencial, contribuindo para que sua marca se torne conhecida.

Assim também aconteceu com o Facebook, Twitter, Dropbox, Airbnb e tantas outras empresas que vemos crescer exponencialmente com baixo investimento de início. 

Agora que já conhece o conceito de Growth Hacking, é hora de começar na prática! Comece analisando o tipo de relacionamento e a forma de abordagem que mantém com sua base de potenciais clientes e identifique os pontos que poderiam ser utilizados como métricas em ações de Growth Hacking, para então buscar por um profissional especializado na função.

Se interessou pela estratégia? Temos mais conteúdos sobre o assunto! Confira como o Growth Hacking pode aumentar suas vendas.

Sobre o autor

Nicholas Braga

Nicholas Braga

Deixar comentário.