Projetos

Por que projetos de TI atrasam? Descubra e evite problemas

Por que
Escrito por João Paulo Beluca

Algumas empresas lidam tanto com atrasos nos projetos de TI que já os consideram uma coisa normal. Mas isso é um grande perigo, uma vez que a imagem da empresa pode ficar comprometida diante dos clientes e reduzir a força competitiva dela no mercado de atuação.

Para ajudar a evitar que isso aconteça na sua empresa, preparamos uma lista com os principais fatores geradores de atrasos dos projetos para você mudar esse cenário e voltar a ter a credibilidade que precisa. Confira!

1. Profissionais despreparados

Sempre que contar com um profissional que não entende bem do assunto tratado no projeto você verá o resultado de toda a equipe ser comprometido. Só porque ele é bom em outras áreas não quer dizer que seja nessa, e precisa ter as suas competências, os conhecimentos, as habilidades e as experiências reavaliadas antes de ser integrado à equipe. Caso ache que ele será de grande valor, ok.

2. Negligência de detalhes

Muitos gestores não conseguem visualizar os projetos de TI como um todo e, em vez de se dedicarem a isso, preferem deixar para depois. O problema é que alguns detalhes são importantes e isso pode ser descoberto da pior forma. Muitos projetos já precisaram ser totalmente desfeitos e recomeçados por causa de detalhes negligenciados.

Então, não os ignore. Elabore um mapa (planejamento organizacional estratégico e operacional) completo antes de entrar de cabeça na execução dos projetos.

3. Riscos não identificados

Outro grande fator gerador de atrasos são os riscos que não puderam ser identificados. Assim como os detalhes, os riscos podem não só atrasar um projeto como gerar grandes prejuízos financeiros para a empresa. Por isso, identificá-los ao máximo é muito importante.

Para isso, colete informações e faça uma análise geral englobando concorrentes, fornecedores, clientes, profissionais envolvidos, tecnologias e metodologias aplicadas etc.

4. Problemas ignorados

Durante a execução dos projetos de TI é comum que se passe por cima de alguns problemas que surgem só para dar continuidade e entregá-los dentro do prazo. No entanto, esses problemas podem afetar seriamente o resultado final. O que adianta entregar o projeto no prazo se ele não funciona como deveria? Isso só aumentará o índice de retrabalhos lá na frente.

Considere um tempo extra para a entrega dos projetos para lidar com os problemas — quando surgirem — de forma tranquila e controlada.

5. Prazos surreais

Tempo é dinheiro, mas algumas empresas levam isso a sério demais e impõem prazos quase impossíveis de serem atendidos na realidade. Isso demonstra falta de conhecimentos e experiências por parte dos gestores. O tempo é um recurso importante e pode ser aliado dos projetos de TI se for utilizado da forma adequada.

Ou seja, os prazos precisam abranger situações imprevistas e dar o tempo que os profissionais precisam para corrigi-los. Assim, entregarão projetos com mais qualidade em um prazo considerado satisfatório.

6. Falta de ferramentas necessárias

Ignorar o uso da tecnologia pode representar um dos maiores (se não o maior) fator gerador de atrasos. Isso porque a ferramenta certa oferecerá recursos para melhorar a comunicação entre os profissionais envolvidos, monitoramento e controle das atividades em tempo real, otimização dos recursos como tempo, mão de obra, materiais, dinheiro e equipamentos e promover melhor integração entre os setores da empresa.

Se você deseja acabar com os atrasos nos projetos de TI, é bom ficar atento a essas dicas. Caso contrário, a empresa sempre despertará a desconfiança com relação aos prazos contratados.

Essas informações foram úteis para você? Então aproveite para descobrir também como comunicar um atraso no projeto!

Sobre o autor

João Paulo Beluca

Deixar comentário.